Associação São Bento (ASB) está ligada a transações e documentos suspeitos. Qualquer ligação com o ISEV não é mera coincidência...

Associação São Bento (ASB) está ligada a transações e documentos suspeitos. Qualquer ligação com o ISEV  não é mera coincidência...

Duas creches recém-construídas pela prefeitura de Florianópolis estão no centro de um escândalo que se estende por diversos municípios de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. As creches fazem parte de um financiamento firmado pela prefeitura de Florianópolis com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) correspondente ao Projeto de Expansão e Aperfeiçoamento da Educação Infantil e do Ensino Fundamental, que pretende desembolsar cerca de R$ 33 milhões em três anos contratando uma gestora terceirizada para cinco creches municipais.

Em julho deste ano, a Associação São Bento (ASB) foi escolhida para assumir duas creches recém-construídas, após ter passado por processo licitatório. A tal associação é investigada pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul e apontada como “laranja” de um instituto (ISEV) acusado de improbidade administrativa no município gaúcho de Dois Irmãos, onde administrou o Hospital São José entre 2014 e 2018. Em Taquara o ISEV foi corrido pelo MPF e pelo MP Estadual. Entrou no seu lugar uma tal de Silvio Scopel… São bandidos como o ISEV… Tem um vereador (es) na região que foram gravados (e bem gravados) cobrando propina… Quem são??? A cobra vai fumar!!!

O que causa estranheza é a ligação ABS (que não passa de uma filial dos ladrões do ISEV) com o poderoso Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Quem será o poderoso político que está na jogada???

Quem também utiliza documentos falsos/suspeitos no RS é a tal de ABSM (Associação Beneficente São Miguel). Ele “atua” em Canoas e Porto Alegre…

Fonte: 80% da Revista Exame

Deixe um comentário

Envie um Comentário