Canoas firma contrato com BNDES para modernizar e qualificar a iluminação pública

Com foco na inovação e qualificação de projetos de grande porte, a Prefeitura de Canoas aposta na Parceria Público Privada (PPP) para a Modernização da Iluminação Pública. Em contrato firmado com o BNDES, assinado nesta quinta-feira (9), com a presença do secretário Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (SPPI), do Ministério da Economia, Wesley Cardia, o município passa a contar com importante apoio na estruturação e modelagem da PPP de Iluminação Pública. O prefeito Jairo Jorge participou da assinatura, que vai possibilitar a adequação de postes, braços e a substituição de todas as lâmpadas por luminárias com tecnologia em LED. Além disso, será estudada a implantação de telegestão, modernizando e tornando mais eficiente o serviço prestado aos canoenses.

Em toda a extensão territorial de Canoas, são 33.007 pontos de iluminação pública. A partir de agora iniciam as atividades de estudos, diagnósticos e modelagens do projeto com previsão de término de, aproximadamente, 18 meses para, posteriormente ocorrer o leilão e depois a estruturação e a operação. “A Iluminação Pública é essencial à qualidade de vida, pois é um instrumento de cidadania que vai possibilitar aos munícipes desfrutar plenamente dos espaços públicos no período noturno”, salienta o assessor superior para PPPs em Canoas, Luis Rogério Link.

Link destaca ainda que está comprovado que com uma iluminação pública de qualidade ocorre a diminuição da criminalidade, aumento da segurança viária, diminuição de acidentes, aumento no embelezamento das áreas urbanas e mais desenvolvimento econômico. Com essa PPP o parque de iluminação do município terá maior uniformidade na iluminação, com resultados satisfatórios em termos de conforto e valorização dos espaços, redução do consumo de energia, de custos de manutenção e impactos ambientais.

Mais benefícios sem custo extra
Em atividade desde janeiro de 2021, a equipe do Núcleo de PPPs frisa que os cidadãos não irão pagar mais pela qualificação e melhoria do sistema de Iluminação Pública, pois estes custos já são cobrados mensalmente na conta de energia, através da Contribuição de Iluminação Pública – CIP, que não terá nenhum aumento.

Com a PPP de iluminação pública são esperadas:
*Redução de pelo menos 45% (quarenta e cinco por cento), do consumo de energia elétrica nos pontos de iluminação pública modernizados para LED, comparativamente ao consumo de luminárias atuais do parque não modernizado;
* Redução dos custos de operação e manutenção do parque de iluminação pública, em decorrência da telegestão;
* Diminuição dos níveis de criminalidade;
* Maior desenvolvimento econômico e de oferta de serviços no horário noturno.

Fonte: Escritório de Comunicação – PMC

Deixe um comentário