Cassação do Presidente da Assembleia começou com uma robusta investigação do MP sobre o lixo em Bagé...

Cassação do Presidente da Assembleia começou com uma robusta investigação do MP sobre o lixo em Bagé...

O Site sabe que a investigação que causou a cassação do mandato do presidente da Assembleia Legislativa começou com o lixo. O MP Estadual investigava esquemas do lixo em Bagé, através de gravações autorizadas pela Justiça apareceu o nome do deputado Lara. O crime eleitoral foi caracterizado, e aí é com o MP Eleitoral (que é competência dos procuradores da República).

Seus advogados até podem mantê-lo no cargo até o final do seu mandato. O problema vai ser registrar sua candidatura em 2022.

Gravações autorizadas pela Justiça são altamente robustas!!!

Dizem que quem está nervoso é o “novo” presidente da CRM (Companhia Riograndense de Mineração), o tal de Mélvis. O Engº Mélvis (ex-PT) é uma indicação pessoal do deputado Lara… Outra que está nervosíssima é una bella donna que “trabalha” no gabinete da presidência do CREA-RS…

Deixe um comentário

Envie um Comentário