Cheiro de Maracutaia no ar da Bahia... Ventiladores que foram comprados ou serão fabricados exalam odores pútridos... A farra com o dinheiro público começou... Parte I - R$ 48 milhões sem licitação...

Cheiro de Maracutaia no ar da Bahia... Ventiladores que foram comprados ou serão fabricados exalam odores pútridos... A farra com o dinheiro público começou... Parte I - R$ 48 milhões sem licitação...

Uma empresa recém criada (em junho de 2019) e sem experiência no mercado e sem CNAE vendeu R$ 48.748.572,82 (por dispensa de licitação) o montante de 300 ventiladores pulmonares com verbas do governo da Bahia e do Consórcio Nordeste… Cada ventilador custou merreca de mais de R$ 160 mil reais…

O engraçado é que a tal fabricante (Biogeoenergy do Grupo Geoterra) não é do ramo de equipamentos hospitalares. Nunca fabricaram nem uma agulha hospitalar e nem um ventilador pulmonar… É brincadeira…

A empresa Hempcare Pharma Representações Ltda, de São Paulo que vendeu SEM LICITAÇÃO os 300 ventiladores pulmonares está estabelecida num condomínio de luxo em São Paulo, na Av. Brigadeiro Melgaco, 565, apartamento 73A, no luxuoso bairro Real Parque – São Paulo – Capital. Aberta em 26/06/2019, com um Capital Social de R$ 100 mil reais.

Na mesma Av. Brigadeiro Melgaco, 565, apartamento 73A também existe a empresa Biohemp, cuja atividade é a pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais. Será que são produtos derivados da Maconha??? A Biohemp foi aberta no dia 27/06/2019. Em ambas empresas a Sra. Cristina é sócia… Hummmm…

Hemp Care

A CEO da empresa Hempcare, Cristina Prestes Taddeo, responsável pela distribuição e venda de aparelhos da Biogeoenergy (que não produz nada de equipamentos hospitalares), afirma que o principal objetivo é salvar vidas… Há odores pútridos no negócio…

Cada ventilador ghost (fantasma) vai custar mais de R$ 160 mil… Perguntas que que não querem calar??? Quando os 300 ventiladores serão entregues??? Qual foi o critério da escolha SEM LICITAÇÃO da empresa paulista??? Os fabricantes tem expertise no ramo de equipamentos hospitalares???

Os 300 ventiladores pulmonares que custaram a merreca de mais de R$ 160 mil vão ser entregues quando???

Há no mercado baiano ventiladores pulmonares importados que custam um pouco mais de R$ 90 mil reais. Ventiladores de comprovada qualidade e eficiência…

A CEO só não explica o motivo que vendeu por mais de R$ 160 mil se custa R$ 60 mil… Que lucro na crise, em???

O MPF da Bahia deveria investigar melhor essa empresa de São Paulo…

O que o cheiro do corpo revela sobre seu estado de saúde ...


Deixe um comentário

Envie um Comentário