Desfecho da saga de Lazaro Barbosa Detalhes dos crimes, fuga e morte

Desfecho da saga de Lazaro Barbosa Detalhes dos crimes,  fuga e morte

Após 20 dias de uma megaoperação, com mais de 270 policiais, Lázaro Barbosa (32 anos) foi morto pela polícia de Goiás nesta segunda (28). No momento da prisão houve troca de tiros.

Aparato tecnológico na caça ao bandido Lázaro

Foram usados helicópteros, dezenas de viaturas, cães farejadores, drones com visão térmica, rádios especiais com alcance de 30km e antenas amplificadoras de sinal para encontrar o fugitivo. Apesar de todo aparato tecnológico, o suspeito conhecia bem as matas da região, onde nasceu e foi criado. Ele era considerado “mateiro”, segundo o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, o que dificulta as buscas.

Quando ele foi capturado e como morreu?

Lázaro Barbosa morreu nesta segunda (28) em troca de tiros com policiais. Ainda não foram divulgados detalhes sobre como foi o confronto.

Quem ele matou e como ele fugiu?

Lázaro é suspeito de invadir uma chácara no Incra 9, em Ceilândia (DF), em 9 de junho, matar a tiros e a facadas um casal e dois filhos, além de roubar itens do local. Ele teria rendido o caseiro, o dono da propriedade e a filha dele. Após o crime, empreendeu fuga por matas e rodovias, roubou carros, os incendiou e os deixou abandonados na sua trilha macabra.

Por onde ele fugiu?

O suspeito fugiu inicialmente por matas fechadas e cruzou a divisa entre o DF e Goiás. Depois furtou carro, andou pela rodovia BR-070, onde o incendiou e abandonou na pista. Ele chegou a Cocalzinho em 11 de junho, segundo a polícia. Entrou no mato e tem fugido por córregos e rio, principalmente, para não deixar rastros.

Como descobriram que ele matou a família no DF?

Após os crimes, Lázaro teria invadido uma outra chácara, na mesma região. Ele ficou por quatro horas no local, fez as pessoas reféns, roubou o veículo e fugiu para Goiás. Depois dessa invasão, a polícia do DF passou a acreditar que ele fosse o principal suspeito de matar as quatro pessoas da mesma família.

Onde ele foi visto em Cocalzinho de Goiás?

Policiais e moradores relataram que viram Lázaro passar por várias fazendas da cidade, nos distritos de Girassol e Edilândia. Ele também foi reconhecido por pessoas.

O que diz a polícia sobre a caçada?

O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, havia dito que Lázaro é “mateiro” e conhecia muito bem a região de Cocalzinho. Em algumas ocasiões, as equipes haviam dito ter chegado perto de pegá-lo.

Quais equipamentos a polícia usou nas buscas?

Foram usados helicópteros, dezenas de viaturas, cães farejadores, drones com visão térmica, rádios especiais com alcance de 30km e antenas amplificadoras de sinal.

Por que demorou até Lázaro ser encontrado?

De acordo com Rodney Miranda, o fugitivo conseguiu se esconder muito bem em matas, córregos, rios e grutas da região, o que dificultou o trabalho de buscas.

Quem o ajudou?

A polícia prendeu um fazendeiro e um caseiro suspeitos de auxiliarem a fuga de Lázaro dando suporte para ele comer, dormir e descansar. O caseiro recebeu liberdade provisória. Ele contou detalhes de como era a rotina de Lázaro na chácara.

Por quantos crimes ele é investigado?

É suspeito de pelo menos nove crimes: roubo, estupro, sequestro, tentativa de homicídio, homicídio, furto, porte ilegal de arma de fogo, tentativa de latrocínio e invasão.

Lázaro foi condenado por duplo homicídio na Bahia. É suspeito de crimes de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo no DF e em chácaras de Goiás.

Como o fazendeiro teria ajudado a esconder Lázaro?
Lázaro tomava café da manhã, almoçava e jantava na fazenda. O caseiro disse no depoimento que percebeu a falta de leite na geladeira, sendo que nem ele nem o fazendeiro dormiam no local. Ele disse que ouviu o chefe chamar por Lázaro no horário de almoço, informando que a comida estava pronta, e que reparou quantidades maiores de refeição sendo preparadas.

“Vem almoçar Lázaro”, gritava o fazendeiro, o qual nega que deu esse auxílio ao bandido.

Em Campo Grande, um homem quase morre espancado por ser parecido com Lázaro

Mato Grosso – Um homem chamado de Brendo foi espancado em Campo Grande por sua semelhança com Lázaro Barbosa. A vítima ficou mais de três horas solicitando socorro, sem sucesso. Ao ser questionado, Brendo apresentou documentos aos policiais e informou pontos de Campo Grande onde esteve nos últimos dias, o que descarta qualquer possibilidade de Brendo ser Lázaro.

Cantor também foi confundido

Vinícius Borges registrou um boletim porque está sendo confundido com Lázaro Barbosa. Vinícius se mudou para o Mato Grosso, mas não tem muitos conhecidos do novo Estado. Por isso, as pessoas acabam confundindo ele com o homem acusado de matar quatro pessoas da mesma família em Ceilândia, região administrativa do Distrito Federal.

Morte

Hoje 28/06 chega ao fim a saga de Lazaro Barbosa com sua morte em um tiroteio com a polícia.

Deixe um comentário

Envie um Comentário