Espumoso – Capítulo II – Mais um envolvimento duvidoso do mandatário colocado pelo povo… Mais uma “doação” de um valioso terreno…

A mídia local (bem remunerada) está de boca fechada… A cidade espuma corrupção em todos os sentidos. O Ministério é um Mistério…

Tentam mentir para a população que vão construir uma fábrica de papel na cidade… É realmente uma fábrica fake de papel… A data da inauguração da “fábrica” de papel ficou para uma data não sabida em um futuro distante… Os 300 “empregos” também… O chefão sabe mentir e enganar muito bem, inclusive ele não pode participar do Festival da Mentira de Nova Bréscia… Entenderam o motivo???

Como fazer fogo com um comprimido e glicerina

Quem deveria zelar para averiguar e punir os esquemas não o faz…

Para o conhecimento do Mistério local:

Doação da área de 30.000m2 para Bianca Callegari e Alimentos Alto Jacuí Ltda – SEM CONCORRÊNCIA (é claro)…

A cidade que ESPUMA falcatruas não há obervação da Lei… A Lei não existe para os poderosos desta cidade. A imprensa local (muito bem abastecida) não divulga nada… Os órgãos investigadores são um Mistério Incurioso…

Fizeram a “doação” da área, direto para a empresa que eles escolherem, sem concorrência alguma…

Omissão (com imagens) | Frases indiretas, Frases verdadeiras ...

O Site IMPRENSALIVRERS.COM.BR sabe o nome disto: NEGOCIATA… Quando um órgão público faz uma doação destas, pode (e até deve) ter outros interessados, mas a Lei tem que ser cumprida e torna obrigatória a necessidade de se dar oportunidade a todos… Certamente alguma outra empresa poderia apresentar uma proposta melhor. É “pura” coincidência o atual chefão (colocado lá pela população) ter sido advogado da empresa beneficiada…

O que mais parece é como se Espumoso estivesse em um país diferente, onde não tem regras, não há fiscais da Lei e os politiqueiros que administram o Município praticam ilegalidades é que ditam essa Lei, no interesse próprio e dos “companheiros”.

Deixe um comentário