Estátua do Laçador será removida nesta terça para início da restauração

Com a presença do prefeito Sebastião Melo, foi anunciado o início das obras de restauro do monumento O Laçador em evento nessa segunda-feira, 27, no Salão Nobre do Paço Municipal. A ação é uma iniciativa da Prefeitura de Porto Alegre, através da Secretaria Municipal da Cultura, do Sindicato das Indústrias da Construção Civil no Estado do Rio Grande do Sul (Sinduscon-RS) e da Associação Sul Riograndense da Construção Civil. A estátua será removida nesta terça, 28, às 16h, do Sítio do Laçador e transportada para um hangar que fica próximo ao aeroporto. Se chover, a ação será remarcada.

O prefeito agradeceu o empenho de todos na revitalização do monumento e reiterou a importância de se conservar o patrimônio: “Nossos monumentos têm sido depredados, roubados, e essa é a cidade que nós não queremos.” Já o representante da SMC enfatizou a importância da obra para os gaúchos: “Quando falamos do Laçador estamos falando da alma de Porto Alegre e também da alma do Rio Grande. Teremos em três meses um Laçador restaurado e preservado“, disse o secretário Gunter Axt.

Esculpido em bronze, o monumento tem 4,45 metros de altura, pesa 3,8 toneladas e possui um pedestal de granito trapezoidal de 2,10 metros de altura. Construído em 1958, o monumento deixará o local onde está desde 2007.

Concebida pelo artista plástico Antônio Caringi, a escultura foi tombada como patrimônio histórico de Porto Alegre em 2001. Desde 2016 foram constatadas fissuras e rachaduras no monumento, que, se não forem consertadas, podem gerar danos permanentes. Há cerca de quatro anos, uma inspeção do restaurador francês Antoine Amarger e a engenheira metalúrgica Virgínia Costa identificou a necessidade da restauração.

Os R$ 810 mil investidos foram captados junto à iniciativa privada por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Governo do Estado. Realizada pelo Sinduscon-RS, pela Associação Sul Riograndense da Construção Civil e pela prefeitura, a revitalização conta, ainda, com o patrocínio da Gerdau e Sulgás, e apoio da JOG Andaimes, Elevato e Ministério Público do Rio Grande do Sul.

Compareceram à cerimônia o secretário municipal da Cultura Gunter Axt e o adjunto da pasta Clóvis André, o presidente do Sinduscon Aquiles Dal Molin, o coordenador do Projeto Construção Cultural, Resgate do Patrimônio Histórico Zalmir Chwartzmann, a secretária adjunta da transparência Luciane Rache e André Venzon, diretor do Museu de Arte Contemporânea (MAC) e do Instituto Estadual de Artes Visuais (IEAVI). A neta de Antônio Caringi, Antonela Caringi, e a filha de Paixão Côrtes, Ana Paixão Côrtes também participaram do evento.

Deixe um comentário