FDA (a Anvisa dos Estados Unidos), recomenda dose de reforço da Pfizer para idosos e grupos de risco

A recomendação, no entanto, não se estende a maior parte dos recipientes da vacina da farmacêutica americana.

A FDA (Food and Drug Administration), agência sanitária (a Anvisa dos Estados Unidos), recomendou a aplicação de uma dose de reforço da vacina Pfizer para aqueles que têm 65 anos ou mais e para os grupos de risco da Covid-19, que tenha recebido a segunda dose até 6 meses atrás. A recomendação, no entanto, não se estende a maior parte dos recipientes da vacina da farmacêutica americana.

A administração Biden planejava iniciar a aplicação das doses de reforço na população geral na semana que vem. Contudo, segundo os técnicos da FDA, duas doses da vacina da Pfizer são suficientes para prevenir casos severos da doença e internação. Alguns técnicos questionaram ainda a falta de dados para justificar a aplicação da terceira dose da Pfizer em Jovens.

“Não está claro se todos precisam receber a dose de reforço, exceto um subconjunto da população que claramente estaria sob alto risco de doenças graves”, disse o Dr. Michael G. Kurilla, membro do comitê servidor do National Institutes of Health.

Fonte: New York Times

Deixe um comentário