Máfia das Órteses e Próteses do Rio Grande do Sul: 9 são denunciados

Máfia das Órteses e Próteses do Rio Grande do Sul: 9 são denunciados

A rigorosa 10ª Vara Criminal de Porto Alegre aceitou denúncia contra 9 das 13 pessoas acusadas por envolvimento na chamada Máfias das Órteses e Próteses. A importante decisão é do juiz Eduardo Ernesto Lucas Almada.

Os denunciados envolvidos na fraude por organização criminosa, falsidade ideológica e estelionato consumados são:

Fernando Gritsch Sanchis, vulgo Dr. Fantástico, médico; Niéli de Campos Severo, advogada (ela é irmã do médico ortopedista Nilvio de Campos Severo. Há suspeitas que o Dr. Nilvio é sócio oculto da Prohosp); Ricardo Felipe Bayer, advogado (ele é irmão do médico ortopedista Leohnard Roger Bayer. Leohnard é sócio do Dr. Sanchis nas Lavanderias Baby’s Mega Store da Dom Pedro II); Luiz Souza Fidelix, empresa Intelimed; Francisco José Dambros, sócio da empresa Improtec; Larson Hermilo Strehl, sócio da empresa Prohosp; Luiz Alberto Caporlingua Paz, sócio da empresa Proger; Maria Alícia Guerra Paz, sócia da empresa Proger; Jonas Ferreira, sócio da empresa Tecss.

Foram rejeitadas as denúncias contra os médicos Antonio Carlos Sábio Júnior, Henrique Alves Cruz, Marcelo Leal Tafas e Alfredo Sanchis Gritsch.

O juiz determinou a quebra dos sigilos bancário e fiscal dos denunciados. O magistrado Lucas Almada ainda requereu informações de todos os registros de notas fiscais eletrônicas de quatro empresas (Improtec, Proger, Intelimed e Tecss) emitidas entre 01/10/2012 e 17/04/2015.

Será que vão continuar pagando 40% de comissão para colocar seus implantes???

Deixe um comentário

Envie um Comentário