Parceria entre a Prefeitura de Canoas e a SUSEPE produz sacos de dormir para moradores de rua

Parceria entre a Prefeitura de Canoas e a SUSEPE produz sacos de dormir para moradores de rua

Mantas térmicas feitas com caixas de leite estão sendo confeccionadas na Penitenciária de Canoas – PECAN. A iniciativa é uma parceria da Prefeitura de Canoas por meio da Secretaria da Cidadania com a SUSEPE, para proteger do frio quem mora nas ruas. Estão sendo produzidos 150 sacos que serão distribuídos para as pessoas em situação de rua. A destinação será dividida, 100 sacos serão repassados para os moradores que foram acolhidos no Centro Olímpico Municipal e outros 50 serão entregues as pessoas que não aceitaram ir para o COM ou para o abrigo.

A produção dos sacos de dormir é realizada por apenados. A matéria-prima são itens de descarte da penitenciária que estão tendo uma nova destinação. Semanalmente são substituídos diversos colchões das celas, bem como, diariamente, a penitenciária utiliza 45 engradados de leite, cujas caixinhas eram jogadas no lixo sem aproveitamento.

Com a parceria junto à Secretaria da Cidadania que doou os cobertores para a produção, os itens estão virando abrigo para os dias de frio intenso. Isso porque as caixinhas contam com seis camadas de materiais, sendo quatro de polietileno (plástico), uma de alumínio e uma de papel cartão. A junção dessas camadas permite refletir o calor e manter a temperatura corporal.

O secretário da Cidadania, Paulo Bogado, lembra que desde o início do acolhimento as pessoas em situação de rua se começou a pensar em ideias para depois que o serviço no COM fosse encerrado. “Nós temos toda a matéria-prima, temos a mão de obra disponível. Nos deparamos com a necessidade das pessoas que passam muito frio e percebemos que essa produção de mantas térmicas poderia ajudá-las. É um trabalho lindo realizado pelos apenados e no final o sentimento de satisfação é compensador”, lembrou.

Processo

Diariamente, a penitenciária utiliza 540 caixinhas de leite. Em uma linha de produção, as embalagens são lavadas, cortadas e secas para uma melhor aderência. Após, as caixas são fundidas minunciosamente com um ferro de passar roupa. Virando uma grande unidade de revestimento.

Enquanto isso, os colchonetes são preparados. Muitas vezes, precisam ser remendados para atingirem a altura necessária. Após os dois processos, eles vão para a costura que é realizada na própria PECAN com máquinas industriais, neste processo são alinhados e finalizados com uma alça para facilitar o transporte. O saco de dormir pesa em torno de 2kg.

Fonte Escritório de Comunicação PMC

Deixe um comentário

Envie um Comentário