Prefeitura na Rua atendeu 407 pessoas no Bairro Rio Branco em Canoas

No Prefeitura na Rua deste sábado (07/8), no bairro Rio Branco, estiveram presentes representantes da rede de enfrentamento à violência contra mulheres e meninas de Canoas, em alusão aos 15 anos de criação da Lei 11.340 (Lei Maria da Penha, sancionada em agosto de 2006). Um grande serviço de orientação envolveu as mulheres que foram ao evento.

Entre as atividades do setor público, uma teve início nesta edição. O Instituto-Geral de Perícias separou 30 fichas para a população fazer a carteira de identidade, de forma gratuita, na próxima semana. A iniciativa estimula um processo mais ágil na emissão do documento.

Foram atendidas, no total, 407 pessoas no evento. O prefeito de Canoas, Jairo Jorge, lembrou que são 318 edições do Prefeitura na Rua, desde o início do programa em 2009. “Estamos aqui servindo o cidadão, nós olhamos para frente. Queremos melhorar cada área, é importante para as pessoas a iluminação pública, viver em uma área sem lixo, viver com qualidade de vida”, disse o prefeito, antes de citar os programas que Canoas possui para a entrega de cestas básicas a quem precisa. 

Semana Escolar de Combate à Violência contra a Mulher 

Com a sanção da lei federal  14.164, de junho de 2021, que trata da inclusão do conteúdo de prevenção da violência contra a mulher nos currículos da educação básica, e institui a Semana Escolar de Combate à Violência contra a Mulher, uma parceria entre a Secretaria Municipal da Educação e a Coordenadoria de Mulheres, permitirá que o evento ocorra em Canoas, de 17 a 25 de agosto. Ações com o objetivo de orientar os jovens irão acontecer em quatro EMEFs: Nancy Pansera, Santos Dumont, Nelson Paim Terra e Ministro Ludwig.

No dia 25, haverá também uma atividade, das 13h às 16h, no Calçadão, e às 15h, será apresentado um painel de Combate à Violência contra a Mulher e os 15 anos da Lei Maria da Penha, na Escola do Legislativo, na Câmara Municipal.

Bolsa Canoas Cultural

O prefeito Jairo Jorge sancionou a lei 6.460, que institui o Bolsa Canoas Cultural, durante o Prefeitura na Rua. A proposta prevê a concessão de até 50 bolsas, no valor total de R$ 2 mil, divididos em quatro meses. Os beneficiados serão os artistas do município, que sofrem com o impacto da crise econômica gerada pela pandemia e pela interrupção de suas atividades.

Atendimentos  

Foram 42 testes de Covid-19, 52 pessoas vacinadas, dez auxílios emergenciais, três atendimentos no CRAS, 27 pessoas atendidas no brechó móvel do MACA, 42 doações de mudas de árvores, cinco atendimentos no Procon, 30 pessoas na Coordenadoria de Mulheres (uma identificação de violência) e 17 agendamentos para documento de identidade.

Paulo Roberto Teixeira Hoff, 69 anos, aproveitou que mora nas proximidades e foi agendar a confecção da identidade. Ana Alice da Cunha, 45 anos, procurou o CRAS. “Vim renovar o cadastro único, gostaria de ingressar em algum programa de habitação, quando tiver”, informou.

Fonte: Escritório de Comunicação – PMC

Deixe um comentário