20.7 C
Porto Alegre
8 de dezembro de 2021
-Patrocinado-spot_img

Presidente da OAB-TO é acusado pela Procuradoria da República de pagar propina a juiz e ex-prefeito

A subprocuradora-geral da República Lindôra Araujo apresentou ao Superior Tribunal de Justiça nova denúncia conta o presidente da OAB de Tocantins, Gedeon Pitaluga (foto) por suposta compra de sentenças no Tribunal de Justiça do estado. O processo corre em segredo de justiça.

A primeira denúncia foi feita em abril deste ano contra o desembargador Ronaldo Eurípedes e mais oito pessoas. O desembargador está afastado por decisão do ministro Og Fernandes, do STJ, desde o ano passado.

Na denúncia, a subprocuradora cita a condenação do presidente por peculato para
afirmar que a sentença da Justiça Federal “deixa claro que Gedeon Batista Pitaluga
Júnior há mais de 15 anos, vem utilizando-se da profissão de advogado, das instituições de classe que a representam e de suas relações políticas para cometer crimes diversos e locupletar-se com recursos advindos da atividade criminosa
.”





Artigos Relacionados

Fique conectado

2,758FãsCurtir
2,655SeguidoresSeguir
856InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias