Senado confirma recondução de Augusto Aras na chefia da PGR (Procuradoria Geral da República)

O plenário do Senado aprovou, na tarde da ultima terça-feira (24), a recondução de Augusto Aras ao cargo de procurador-geral da República. Aras ocupa o posto desde setembro de 2019, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro e, com a decisão dos senadores, ficará no cargo por mais dois anos, até 2023. No total, ele obteve 55 votos favoráveis e dez contrários. Eram necessários 41 votos para garantir a recondução do jurista.

Antes do nome de Aras chegar ao plenário, ele foi sabatinado pelos senadores na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. E, após cerca de seis horas de perguntas dos parlamentares, a sua recondução foi aprovada por 21 votos favoráveis e 6 contra.

Subprocuradora-geral da República Maria Lindôra Araújo

É inegável a capacidade jurídica do procurador Augusto Aras. O procurador-geral da República, soube escolher, pessoas qualificadíssimas para atuarem ao seu lado, um exemplo clássico é a subprocuradora-geral da República Lindôra Maria Araújo (seu braço direito). Ela é um dos quadros mais qualificados da PGR no país.

Deixe um comentário