29.9 C
Porto Alegre
20 de janeiro de 2022
-Patrocinado-spot_img

Sócio da Boate Kiss e sobrevivente depõem hoje no júri

O julgamento de quatro réus pelo crime de homicídio no incêndio da Boate Kiss em Santa Maria (RS), em janeiro de 2013, entrou neste domingo (5) no quinto dia no Tribunal do Júri de Porto Alegre. As informações são do G1.

A tragédia, que matou 242 pessoas e deixou 636 feridas, começou no palco, onde se apresentava a Banda Gurizada Fandangueira, e logo se alastrou, provocando muita fumaça tóxica. Um dos integrantes disparou um artefato pirotécnico, atingindo parte do teto do prédio, que pegou fogo.

Neste domingo (5), Tiago Mutti, ex-proprietário da boate, deve ser ouvido como testemunha de defesa do réu Mauro Hoffmann, sócio da casa noturna. Em seguida, o sobrevivente Delvani Brondani Rosso, convocado a pedido de um assistente de acusação, deve prestar depoimento.

Até o momento, oito sobreviventes foram ouvidos. Quatro pessoas falaram como testemunhas e uma respondeu aos questionamentos como informante. Ao todo, 16 pessoas serão ouvidas na condição de testemunhas, além dos quatro réus.

Artigos Relacionados

Fique conectado

2,758FãsCurtir
2,655SeguidoresSeguir
856InscritosInscrever

Últimas Notícias