Subprocuradora-geral da República afirma que PF foi recebida a tiros na Operação Sangria no Amazonas

Subprocuradora-geral da República afirma que PF foi recebida a tiros na Operação Sangria no Amazonas

A Polícia Federal (PF) foi recebida a tiros ao cumprir mandato de prisão contra o empresário Nilton Costa Lins Júnior nesta quarta-feira, 2/6, durante a quarta fase da Operação Sangria, que investiga fraudes e superfaturamento em contratos para instalação de hospital de campanha no Amazonas. Ninguém ficou ferido.

DIVULGAÇÃO
Empresário Nilton Costa Lins Júnior

O caso foi comentado pela Subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo, durante a sessão da corte Especial do STJ realizada nesta manha para analisar uma das duas denúncias apresentadas contra o governador Wilson Lima por irregularidades na compra de respiradores para tratar pacientes da Covid-19. Lindôra disse que a situação foi “bastante constrangedora”, “perigosa”, e “sui generis”.

O Site sabe que há outros governadores na mira da PGR, viu?

Barco de Alumínio Usado: 5 Dicas para Comprar em Excelente Estado
A cidade…

Numa importante cidade da região metropolitana de Porto Alegre uma conhecida Organização $ocial “montou” um hospital de campanha, viu? Foi numa gestão do PTB, viu?

Deixe um comentário

Envie um Comentário