14.6 C
Porto Alegre
2 de julho de 2022

Vereador Clàudio Janta (Solidariedade) é indiciado pela PF – Operação Camilo

O vereador de Porto Alegre foi indiciado pela PF. É um desdobramento da Operação Camilo. É o esquema que apura a tal de Abrassi no favorecimento em licitações.

A PF concluiu inquérito da Operação Camilo com 33 pessoas indiciadas. A PF encaminhou o 8º relatório parcial ao Poder Judiciário.

Ao final do inquérito, a PF apontou o envolvimento de 33 pessoas pela participação nos eventos criminais, indiciadas por CORRUPÇÃO, ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA, OCULTAÇÃO DE BENS, LAVAGEM DE DINHEIRO, ESTELIONATO E FRAUDE À LICITAÇÃO, conforme participação individual de cada investigado. A partir da deflagração da Operação Camilo, cinco funcionários públicos foram afastados das funções.

A Operação Camilo deflagrada em 27 de maio de 2020 pela Força-Tarefa integrada pela PF, CGU, Tribunal de Contas do RS para apurar o desvio de recursos federais e estaduais pela Organização Social (Abrassi) responsável pela gestão do Hospital Regional do Vale do Rio Pardo.

O cálculo é de 16 milhões de superfaturamento…

O vereador Clàudio Janta (Solidariedade) é um dos indiciados…

Há novas operações em andamento que vão buscar pessoas que roubaram do SUS…

- Patrocinado -

Artigos Relacionados

Fique conectado

2,758FãsCurtir
2,655SeguidoresSeguir
856InscritosInscrever

Últimas Notícias